A Sombra dos Laranjais

Eu te quero como o verde quer o mar
Eu sou a tua cor
Eu sou o teu lugar de paz e aflição
Eu nasci no galho de uma laranjeira
Passo a vida inteira esperando quem me queira bem

E graças ao sol você me vê não!
E graças ao sol você me vê não!

Sou a fruta que alimenta
Sou a fonte que sedenta corre
Em busca das águas de um ribeirão
Deixa que as laranjas que eu plantei no pátio
Caiam sobre o teu regato e o azul do teu avental

E graças ao sol você me vê não!
E graças ao sol você me vê não!

Eu te quero como o verde quer o mar
Eu sou a tua cor
Eu sou o teu lugar de paz e aflição
Deixa que as laranjas que eu plantei no pátio
Caiam sobre o teu regato e o azul do teu avental

Compositora: Marilia Barbosa